Consultoria empresarial para pequenas empresas

Consultoria empresarial para pequenas empresas

Gostou do artigo, então compartilhe!
  • 6
    Shares

Em primeiro lugar, a consultoria empresarial para pequenas empresas é de suma importância para a economia brasileira.

Afinal de contas, a porcentagem de empresas deste tipo no país é quase que absoluta e responsável por empregar mais da metade da mão de obra formal.

Entretanto, a falta de organização e conhecimento aprofundado dos administradores em relação a gestão empresarial resultam em um encerramento das atividades de suas empresas em um curto período de tempo.

Por isso, o auxílio de um especialista ou consultor pode ser visto como fundamental para o desenvolvimento, continuidade e crescimento de uma pequena empresa. 

Para entender de que maneira uma consultoria para pequenas empresas atua, indicamos a leitura de todo esse artigo. Boa leitura!

O que faz um consultor empresarial?

O que faz um consultor empresarial?

Na maioria das vezes, um consultor empresarial só é lembrado quando a situação de uma empresa é preocupante.

Ele aparece como um “salvador da pátria” e espera-se que ele use suas habilidades para encontrar as soluções que vão evitar a falência.

Na verdade, a consultoria empresarial possui a mesma eficiência quando os negócios vão bem.

O problema é que, nesses casos, o empreendedor não vê o consultor como um investimento e acredita que sozinho pode seguir prosperando.

Isso limita a visão na hora de tomar decisões e pode ser neste momento que uma ação leve a empresa para o abismo.

Dito isso, o objetivo de uma consultoria empresarial é diagnosticar, analisar, planejar e executar ações, tanto para resolver crises como para impulsionar empresários que estão tendo sucesso.

O consultor tem o papel de propor ideias e soluções ao empreendedor, independentemente do desafio que esteja à sua frente.

Além disso, o consultor é alguém que proporciona valor por meio de conhecimento, conteúdo, comportamento, habilidades ou outros recursos especializados, para ajudar o cliente a melhorar sua situação atual em troca de uma remuneração definida em comum acordo.

Para entender de forma mais detalhada sobre esse assunto leia o artigo:

Por que uma pequena empresa deve contratar uma consultoria empresarial?

É natural que, nas pequenas empresas, grande parte da responsabilidade esteja nos ombros do empresário, que acaba por tomar todas as decisões importantes sozinho.

Com muitas preocupações dos mais diferentes tipos, nem sempre as escolhas são feitas levando em consideração todos os riscos e fatores.

Isso não quer dizer que falta conhecimento para o empresário, mas simplesmente tempo e energia para analisar os cenários e prever o resultado de suas ações.

A hora certa para uma pequena empresa procurar ajuda de uma consultoria vem depois que ela já possui um objetivo claro, mas não sabe a melhor maneira de construir o caminho até ele.

Abaixo, listamos motivos que levam alguém a procurar um consultor para seu negócio:

  • Solucionar problemas: seja por falta de tempo, conhecimento ou planejamento, uma empresa pode acabar se afundando nos mais diversos problemas que vão, aos poucos, minando os negócios;

 

  • Alavancar os negócios: quando tudo parece estar indo bem, é a hora de fazer com que o negócio se torne mais lucrativo, decisão que requer um olhar crítico e neutro antes que as ações estraguem o que está dando certo;

 

  • Desenvolver algo novo: toda nova ideia é vista com muito carinho pela pessoa que a teve. Porém, nem sempre é o momento certo para colocá-la em prática. Quem melhor do que um consultor empresarial que conhece o mercado e suas necessidades para orientá-lo neste momento?

Exemplo de trabalho realizado por uma consultoria para pequenas empresas

Exemplo de trabalho realizado por uma consultoria para pequenas empresas

Consultoria empresarial para pequenas empresas

Uma consultoria empresarial para pequenas empresas pode atuar em diversas áreas de uma empresa de pequeno porte.

Vamos exemplificar o caso mais corriqueiro, quando os negócios não vão bem e o medo de abaixar as portas é eminente.

Neste caso, o papel do consultor é diagnosticar onde estão os problemas, tanto internos como externos.

Internamente, ele deve ter acesso a inúmeras informações e processos da empresa, tais como fluxo de caixa, estoque, desempenho dos funcionários, folha de pagamento, controle de ponto.

Ou seja, quanto mais recursos o consultor tiver em suas mãos, mais fácil fica de identificar o problema.

Depois, ele precisa avaliar os fatores externos como necessidade do mercado, competitividade da empresa diante de seus concorrentes e posicionamento da marca para os clientes, fatores que influenciam diretamente nas vendas.

Ao colher todas essas informações, ele está apto a realizar um planejamento adequado para aquele empreendimento. De acordo com o que foi observado e avaliado.

6 benefícios de uma consultoria empresarial para pequenas empresas

Consultoria empresarial para pequenas empresas

Assim como os motivos que levam uma empresa a procurar uma consultoria especializada, as vantagens da ajuda profissional também são inúmeras.

Selecionamos algumas delas e listamos abaixo de forma detalhada:

1. Um olhar novo e especializado

Consultoria empresarial para pequenas empresas

Consultoria empresarial para pequenas empresas

A princípio, criar seu próprio empreendimento não é algo fácil. Ao ver os sinais de prosperidade ou insucesso, o empresário, e seus colaboradores são afetados positivamente ou negativamente.

E isso ocorre porque o administrador e seu pequeno número de colaboradores estão de certa forma muito próximo um do outro.

Essa proximidade muitas vezes acaba influenciando na tomada de importantes decisões, e mudanças necessários para continuidade do progresso ou resolução de problemas.

Por isso, ninguém melhor do que um especialista que vem de fora para diagnosticar e planejar todas as atitudes ou ações que são essenciais para um negócio manter o seu crescimento e diminuir a possibilidade de erros e acomodação.  

Outra possibilidade refere-se à contratação do consultor para auxiliar em determinado processo que vislumbre uma posição futura.

2. Segurança

Como dito anteriormente, em empresas de pequeno porte há uma concentração de responsabilidades em algumas poucas pessoas (quando não em uma só).

Lidar com a pressão de definir os rumos da empresa todos os dias pode não ser uma tarefa fácil e acabar prejudicando no juízo de cada escolha.

Um consultor empresarial tem como função dividir essa responsabilidade e usar sua expertise para sinalizar quais caminhos são mais indicados para a empresa.

Mais do que apenas diagnosticar e planejar, uma boa consultoria também segue de perto os resultados e avalia a efetividade ou não do que foi sugerido e aplicado.

Mesmo que o plano desenvolvido seja bem estruturado e que aponte para o que deve ser feito e quais mudanças devem ocorrer muitas vezes se faz necessário a presença do consultor para que realmente ocorra a implementação do que foi proposto.

3. Alavancar os negócios

Muitas vezes existem entraves que impossibilitam o crescimento de uma empresa com totais condições de se desenvolver.

Com as inúmeras tarefas do dia-a-dia, fica impossível arrumar tempo e energia para observar tudo o que está sendo realizado de uma maneira equivocada.

Também ocorre casos de incapacidade ou pouca percepção do empresário em relação ao que está acontecendo no seu negócio com a exatidão que seria necessário.

É aí que entra o consultor empresarial, identificando qual é a real situação da empresa, e o que está limitando o seu crescimento e desenvolvimento como um todo.

Além disso, esse profissional pode fazer de forma criteriosa uma análise bem estruturada de aspectos financeiros, de produtividade e estrutural de uma empresa, entre outras necessidade que são indispensáveis para o desenvolvimento de um negócio a longo prazo.

Depois de realizar uma análise mais aprofundada o especialista vai ter total condição de sugerir soluções e criar um plano de ação adequado para seu cliente.

4. Investimentos seguros

Consultoria empresarial para pequenas empresas

Consultoria empresarial para pequenas empresas

Sem dúvida, é normal que haja uma certa insegurança do empresário na hora de investir o suado dinheiro que conquistou com seu negócio.

Uma consultoria é a melhor forma de garantir que ele está em boas mãos.

No entanto, é importante ressaltar que esse investimento é considerado seguro somente depois de responder os seguintes questionamentos:

Para ler o artigo citado clique no link abaixo:

  1. Que empresa ou consultor é suficientemente competente para ajudar a resolver determinada questão?
  2. Como medir ou avaliar o conhecimento das empresas de consultoria ou consultores disponíveis no mercado?

Logo após, encontrada as respostas para estas perguntas fica mais fácil e seguro a contratação de uma consultoria.

A fim de, passar mais informações sobre essa questão de investimento desenvolvemos um artigo que responde essas perguntas e passam outras observações que também devem ser levadas em consideração.

Para ler o artigo citado clique no link abaixo:

5. Otimizar as habilidades dos colaboradores

Por certo, uma característica comum às empresas de pequeno porte é o quadro enxuto de colaboradores.

Muitas vezes, as habilidades e capacitações de cada um não condizem com as funções que desempenham na empresa, o que causa uma diminuição da produtividade.

Ao contratar uma consultoria, o empreendedor pode esperar uma análise detalhada do perfil de cada colaborador.

A capacitação e a habilidade dos colaboradores são fatores importantes para o funcionamento tanto de uma pequena, média ou grande empresa.

No entanto, esses não são os únicos pontos que serão analisados por um bom consultor.

Questões relacionadas ao desempenho também vão ser observadas e avaliadas.

De acordo com os resultados obtidos o consultor vai ter condição de indicar as habilidades, capacitações e melhorias no desempenho que o quadro de colaboradores vai ter que trabalhar a fim de melhorar a produtividade.

6. Posicionamento estratégico

Posicionamento estratégico

Consultoria empresarial para pequenas empresas

A concorrência no mercado brasileiro é algo muito complicado. Com inúmeras empresas atuando nos mesmos segmentos, conseguir uma posição de destaque requer muita habilidade e conhecimento.

Por isso, deixar o planejamento estratégico sob o cargo de um consultor especializado e com experiência prévia pode ser a saída para se posicionar de forma eficaz diante das constantes mudanças comportamentais dos clientes e de estratégias dos concorrentes.

Quanto custa uma consultoria empresarial para pequenas empresas?

Quanto custa uma consultoria empresarial para pequenas empresas?

Assim como em qualquer consultoria, os valores variam de acordo com diversos fatores.

Os que exercem maior influência sobre o quanto um consultor exigirá são o objetivo que a empresa tem para alcançar, qual o seu faturamento, número de funcionários e posicionamento no mercado.

É possível estipular alguns valores, que variam de R$ 1.500 por 20 horas para um microempreendedor individual até R$ 6.000 por 80 horas para empresas de pequeno porte.

Mas, lembre-se: cada caso é um caso e esse valor apresentado pode variar para mais ou para menos.

Considerações Finais

Caso você seja um administrador de uma pequena empresa ou um consultor assista o vídeo abaixo.

Neste vídeo o economista Haroldo Torres mostra de forma bem interessante o ponto de vista de diferentes especialistas em relação ao aumento de lucratividade em pequenas empresas.Confira:

Fonte: Canal EconomicaMENTE

Você gostou do nosso artigo? Sim! Então compartilhe o conteúdo deste artigo com mais pessoas.

Tags: Consultoria empresarial para pequenas empresas, Consultoria para pequenas empresas


Gostou do artigo, então compartilhe!
  • 6
    Shares